Quatro causas psicológicas da falta de desejo sexual em mulheres

A falta de desejo sexual pode ser desencadeada por inúmeros fatores. Existem razões funcionais, causada por problemas de origem física, e as de origem psicológica. Depois de uma avaliação médica, que descarte causas orgânicas para a falta desse desejo, é fundamental tratar a disfunção com o acompanhamento de um psicólogo especialista no tema.

A psicóloga e sexóloga Ana Luiza F C Garcia, explica as quatro principais causas que levam as mulheres ao seu consultório para tratar a falta de desejo sexual:

1) Autoimagem negativa
As mulheres chegam ao consultório queixando-se de apresentar baixo desejo sexual. No decorrer das conversas fica claro um desconforto com o próprio corpo. Dificuldade em se aceitar ou em conseguir ficar nua frente ao parceiro sem sentir-se envergonhada ou frustrada. Neste caso, a mulher precisa reformular seus conceitos em relação ao seu físico para que possa alcançar um nível de autoconfiança que possibilite seu relaxamento e desembaraço no encontro erótico. Sem isso, será muito difícil aproveitar o momento sexual ou sentir desejo.

 2) Tabus e conceitos errôneos sobre a sexualidade e o ato sexual
Muitas mulheres não têm desejo ou têm pouco por simplesmente nutrirem pensamentos e concepções sobre o sexo que atrapalham muito. Em um processo de terapia você pode descobrir quais registros foram distorcidos e descobrir que você não sente prazer porque considera o ato sexual pecaminoso, sujo, ou algo do gênero. Estes paradigmas que estão travando sua capacidade de prazer podem ter relação com conceitos religiosos ou educacionais, advindos do meio social em que você se desenvolveu. Adquirindo um novo olhar e mudando sua forma de pensar você está dando o primeiro passo para desfrutar de uma prazerosa experiência sexual.

 3) Estresse
O estresse é um grande inimigo da boa performance sexual. Se você está esgotado emocionalmente, nutrindo pensamentos de grande preocupação e focado em grandes dificuldades, possivelmente sua vida sexual está apresentando o sintoma da falta de desejo. Organizar seus pensamentos e sentimentos, pedir ajuda, contar com uma rede de apoio, são formas de aliviar sua tensão. Você perceberá que a medida que relaxar se sentirá mais apta a entrega que o ato sexual demanda. Por vezes as mulheres acreditam que a falta de desejo é o motivo quando na verdade é uma conseqüência de alguma outra dificuldade que está enfrentando.

 4) Rotina
Principalmente em um relacionamento de longa data é quase inevitável não ser engolido pela rotina corrida, seja de trabalho, seja das funções de casa, filhos, etc. A vida sexual é como uma planta que precisa ser regada, adubada, precisa de Sol… No começo da relação sentir desejo e estar pronta para o ato sexual é muito mais fácil. Com o passar do tempo precisamos nos esforçar para que os encontros sexuais aconteçam e sejam prazerosos. Fazer sexo em lugares diferentes, em um cenário que não seja o de sempre é uma boa saída. Se você não tiver esta disponibilidade pode variar nos cômodos de sua casa mesmo. Sexo no chuveiro, na cozinha…fuja da velha conhecida cama que tende a te conquistar a dormir e nada mais. Um jantar diferente, um filme ou livro erótico também podem atiçar sua libido. Use sua criatividade e você terá bons resultados!

Ana Luiza Garcia é psicóloga e sexóloga, apaixonada pelo universo emocional, a mente humana e sua pluralidade. Mais informações pelo e-mail: [email protected]

Leia também