Mulheres & autoestima

 

Olá, Divas? Tudo bem?

Primeiro quero parabenizar cada uma de vocês! Na semana da mulher, não podia deixar de lembrar o quanto maravilhosa é você, Diva!

Mulher que consegue rir e chorar ao mesmo tempo, sem borrar a maquiagem!

Limpa a casa, vai para academia, vai ao mercado, trabalha e ainda cuida do filho e do marido.

Sem descer do salto.

Ou sem descabelar.

Mas mesmo descabelando, descendo do salto e de cara lavada, você é maravilhosa! Simplesmente por ser você!

Então, falemos sobre ter muita AUTOESTIMA.

Autoestima

O que seria autoestima?
É o apreço, a valorização e confiança que a pessoa tem por si própria, sendo formada ainda na infância.

Nós, mulheres, aparentemente frágeis, sabemos o quanto somos e podemos todos os dias. Nossa força é bruta. Mesmo inconstantes como borboletas, capazes de transformações, somos tudo que queremos.

Dê descanso a autocrítica, aprenda que você é especial, simplesmente por ser quem você é!

Não responsabilize os outros por suas frustrações, seria muito fácil viver assim. Olhe para dentro e admita suas falhas, afinal, você é humano. Fuja de vampiros, pois se segui-los você ficará igual a eles, que sugam toda sua energia. Distancie-se de pessoas negativas, invejosas, que se alimentam da desgraça alheia. Afinal, o que mais acaba com nossa energia são os pensamentos. E próximos a má influências ela se esgotará com frequência.

Procure cultivar boas amizades e companhias. Estudar, se motivar, ter objetivos na vida. Comunique-se, sonhe. Mas tenha foco no que quer, para executar. Tenha disciplina! E com certeza sua energia vai dobrar.

Motivo + ação = motivação

Aceite a derrota, nem sempre seus projetos terão sucesso, porém, tome isso como lição, aprenda e pense o que de bom essa experiência lhe trouxe. Pare de tentar mudar as pessoas, encare o fato de que nós, não podemos modificar ninguém, a não ser nós mesmos. Aceite um elogio puro e simples, não se diminua toda vez que alguém lhe elogiar.

Aprenda a filtrar as críticas, procure entender o que realmente agrega na sua vida e aquilo que não passa de inveja. Não precisa ser séria o tempo todo, dê boas gargalhadas, observe a leveza das crianças e se espelhe nelas. Tenha um amigo ou amiga de confiança, com a qual possa desafogar as mágoas, ou simplesmente coloque tudo num papel. Mesmo que seja para jogar fora depois. Escreva! Isso te ajuda a enxergar a situação por outra perspectiva, além de acalmar os ânimos.


CARACTERÍSTICAS DA BAIXA AUTOESTIMA:
Insegurança, perfeccionismo, necessidade de agradar, não se permite errar, depressão, inveja, ansiedade, sentimento de inferioridade, comodismo, agressividade.

CAUSAS DA BAIXO AUTOESTIMA:
Crítica e autocríticas, abandono, rejeição, medo, carência, cobranças, humilhação, comparações, abuso físico, sexual e emocional, culpa.

VAMOS ELEVAR A AUTOESTIMA?
1) Mantenha-se em forma física;
2) Reconheça suas qualidades e não só os defeitos;
3) Ouvir a intuição;
4) Acredite que merece ser amado e é especial;
5) Todos os dias procure fazer algo que goste: Dançar, escutar musica, ler, caminhar, assistir um filme, ir ao teatro, passear com o cachorro.

AUTOESTIMA ELEVADA:
Ansiedade e insegurança diminui, consegue receber elogios, auto-confiança e amor-próprio aumentam, relações saudáveis, necessidade de aprovação diminui, paz interior, reconhece seu valor, evita relacionamentos negativos, enfrenta seus medos.

 

ESCADA DA AUTOESTIMA:

1) Autoconhecimento: Quem sou, o que gosto e não gosto em mim;

2) Autoconceito: Saber dizer, quem sou, mediante um conceito claro da minha pessoa;

3) Auto avaliação: Avaliar e examinar minhas ações e reações, pensamentos e atitudes;

4) Auto aceitação: Aceitar -se tal qual é.

5) Auto respeito: Se respeitar como pessoa, desejos e vontades;

6) Auto estima: Se valorizar, se aceitar, se querer, como assim é.

 

“Faça de si mesmo, seu próprio suporte, seu próprio refugio” Buda

Aceitar, não significa gostar, também não significa que não devemos querer mudanças ou melhorias, dissolva a raiva a inveja e o medo.

Seja autêntico, se destaque na multidão, isso faz parte do auto aceitação. Trate-se como trataria a pessoa mais importante da sua vida, alimente a autoestima dos outros, crie relacionamentos saudáveis e conquiste aliados.

OBSERVAÇÃO:
Descoberta de 94 em Parma – Itália, por Giacomo Rizzolatti, de Leonardo Fogasi e Vitório Gallese:

Eles descobriram que, a simples observação de ações alheias ativava as mesmas regiões do cérebro dos observadores, normalmente estimulados, durante a ação do próprio indivíduo. Por isso, cuide com quem anda, as más companhias corrompem os bons costumes.

 

Bom final de semana mulheres lindas!

Qualquer dúvida entre em contato comigo: Mande um e-mail para [email protected] ou deixe seu recado nas Redes Sociais do Portal A Confraria das Divas.

 

REFERÊNCIAS PARA ESSE POST:
Auto- estima e valorização
Soluções e constelações sistêmicas
Mais Equilíbrio

Post original do Blog Entre mulheres & Borboletas

 

Tags:,