Qual o seu Q.I?

Oi, meninas! Hoje vamos falar sobre o famoso Q.I!

Mas “péra”, não é sobre o Quociente de Inteligência que iremos falar. Este Q.I é um índice medido através de testes desenvolvidos para avaliar as capacidades cognitivas de uma pessoa, levando em consideração sua faixa etária. Se ficou curiosa, pode fazer este teste aqui. O teste é uma brincadeira e não poderá ser considerado como medidor efetivo de Q.I.

Voltando, hoje falaremos sobre o Q.I – Quem Indica!

Muitas pessoas ainda têm uma ideia errônea sobre essa prática muito utilizada por empresas e profissionais de Recursos Humanos, considerando que ela é uma forma de burlar os processos de Recrutamento e Seleção e que pode ser injusta. Ma, a verdade é que essa é uma das maneiras mais efetivas e rápidas de você como profissional se recolocar no mercado, e também a mais rápida e efetiva para as empresas encontrarem o candidato ideal para a vaga.

Mas para fazermos a indicação de um colega, não basta que ele seja nosso grande amigo, muito divertido e animado. As indicações que dão certo são aquelas quando indicamos um colega que realmente se encaixa no perfil da vaga anunciada, pois não basta fazer a indicação, ainda assim, será avaliado se este profissional está realmente apto.

Então, este é o momento de construir realmente seu networking para que as indicações possam surgir e que elas se convertam em bons negócios fechados ou em uma contratação.

Falamos mais sobre o networking neste texto aqui!

Para garantir que você seja indicado para um negócio ou vaga de emprego, é importante ao construir sua rede de contatos, seguir também algumas destas dicas:

  • Comunique-se: deixe seus colegas saberem que você está em busca de uma recolocação. Informe em que área trabalha, qual sua especialidade e porque está buscando novo emprego;
  • Contribua: participe de eventos, workshops onde você possa conhecer mais profissionais da mesma área;
  • Seja Ativa: uma das maiores vitrine para profissionais atualmente, é o LinkedIn. Participe, faça contribuições que evidencie as competências que você possui e que te tornam uma profissional competitiva;
  • Indique: sempre defendo que a melhor relação é aquela em que todos ganham! Portanto, se você tiver a oportunidade de indicar um profissional para uma vaga, não deixe de fazê-lo! É criando essa rede positiva que poderemos ajudar nossos amigos e colegas a se recolocarem.

 

E você, já viveu alguma experiência de Indicação? Conte pra gente! escreva para [email protected] ou entre em contato por meio das redes sociais do portal A Confraria das Divas. Vou adorar conhecer melhor todas vocês!

Até semana que vem!