Chás gelados e sucos naturais; ideais para ficar hidratado no verão

As altas temperaturas da estação merecem atenção redobrada com a saúde para que elas não estraguem a folia.

Seja no bloco de rua, sambódromo ou praia, o Carnaval é uma época de muita diversão e calor. As altas temperaturas da estação merecem atenção redobrada com a saúde para que elas não estraguem a folia. Para isso, a ingestão de líquidos é essencial para manter o corpo hidratado com água suficiente para o organismo realizar as suas funções de forma adequada.

Segundo Mary Carmen Mondragón, Gerente de Assuntos Científicos e Regulatórios da General Mills, além de água pura, bebidas como chás gelados, água de coco natural, águas aromatizadas com gotas de limão ou folhas de hortelã e sucos naturais são opções saborosas e saudáveis para a hidratação do organismo durante o verão.

Os chás gelados são ótimas opções, pois auxiliam o desempenho de funções corporais de acordo com os seus ingredientes, como a linha de chás funcionais Mais Vita, por exemplo: o chá verde com limão siciliano que contém os antioxidantes do chá verde com sabor refrescante; o chá preto com laranja e extrato de guaraná que combina ingredientes energizantes, o chá verde com limão, gengibre e sabor mel que traz os benefícios do gengibre e o de hibisco com amora que combina dois sabores poderosos; além disso, todos os sabores contêm zero açúcar, carboidratos, calorias e sódio.

Ainda de acordo com a especialista, os refrigerantes não são considerados fontes saudáveis para a hidratação, pois possuem apenas calorias e água em sua fórmula, não fornecendo os nutrientes necessários para o corpo, só calorias. Já os chás são uma ótima alternativa para se hidratar enquanto aproveita os benefícios naturais das ervas e frutas.

A falta de reposição correta dos nutrientes perdidos pelo suor pode causar sintomas como tontura, dor de cabeça e fraqueza e consequências negativas no rendimento corporal e mental. “O ideal é ter uma garrafinha com a bebida de sua escolha sempre ao lado para ser ingerida frequentemente. Não é necessário esperar sentir sede, ela já é um indício do início da desidratação”, explica Mary Carmen.

Leia também