Prática de corrida traz benefícios para a saúde física e mental

Segundo pesquisa, esporte pode aumentar a expectativa de vida em alguns anos

Quem nunca decidiu dar uma corridinha no parque não sabe os benefícios que a prática do esporte pode trazer para o corpo e a mente. Segundo um estudo publicado pelo Journal of the American Medical Association, um dos principais benefícios da corrida como um esporte regular é o aumento da longevidade! A pesquisa foi realizada com mais de 200 mil pessoas, em um período de seis anos. Os resultados apontaram que aqueles que praticam de forma moderada diminuem em até 44% as chances de morte, aumentando a expectativa de vida: seis anos para homens e cinco para mulheres.


A prática de corridas é responsável por melhorar as funções cardíacas e respiratórias, além de aperfeiçoar a absorção do oxigênio e auxiliar na redução da pressão arterial. Praticante de corridas há cinco anos, o engenheiro José Vicente de Carvalho Filho, de 46 anos, realiza maratonas pelo mundo inteiro e é amante declarado do esporte. “Além dos benefícios físicos, como melhora da respiração e da condição cardíaca, pratico corridas pela diversão que me traz, pelas viagens e pessoas novas que conheço durante as maratonas em outras cidades. Não sigo planilhas para praticar, faço algumas aulas de running e corro no parque de duas a três vezes por semana. É o suficiente. Sinto-me revigorado todos os dias”, ressalta.

 

Segundo a instrutora da academia Bodytech Crystal, em Curitiba (PR), Tathiane Medeiros Barbosa Thomé, os benefícios do esporte não são apenas físicos, ele também é responsável por melhorar a qualidade do sono, o humor, combater a ansiedade e aumentar a autoestima, seja pela perda de peso ou pela sensação de superação ao ver a evolução no esporte, pela autoconfiança ao concluir uma nova prova, ou mesmo pelo bem estar por conhecer outros corredores. Tudo é uma motivação para continuar a prática. Correr parece simples porque todo mundo já nasce sabendo, mas é importante ter o acompanhamento de um profissional para praticar. “O professor auxiliará a corrigir as técnicas de corrida conforme as individualidades biológicas de cada aluno, auxiliar com a prescrição do volume e intensidade de cada treino conforme o objetivo do aluno, corrigir técnicas de corrida baseado no objetivo de cada um, evitando lesões e usufruindo dos benefícios corretamente”, destaca Tathiane.


Existe tênis correto para corrida? Sim!
A forma com que você pisa influencia, e muito, na corrida! Para uma boa prática, é importante utilizar um tênis que seja de acordo com a pisada de cada um. A maneira como o pé encosta no solo pode ser: neutra, supinada, em que o pé toca o solo com a face externa do calcanhar e se mantém na banda externa do pé, ou pronada, quando a parte de fora do calcanhar toca no chão, o pé inicia uma rotação excessiva para dentro. “A forma com que você pisa influencia diretamente na sua postura e na saúde da sua coluna, por isso é importante ter um tênis que se encaixe às suas necessidades, que auxilie a corrigir a sua pisada. Também é importante encontrar um tênis com amortecimento indicado para o seu peso corporal. Garantindo assim, conforto e qualidade nos treinos, lembrando que a melhora no desempenho e nos resultados é decorrente da frequência e comprometimento com os treinos”, ressalta a profissional.
Restrições
Caso o aluno apresente alguma lesão articular ou muscular decorrente da corrida, ou que a corrida possa ser um agravante, deve-se suspender os treinos até que se recupere da lesão, e retornar aos poucos. O que mais chama a atenção na questão das restrições é a prática durante a gravidez. As futuras mamães devem tomar extremo cuidado com isso! “Mulheres que estão acostumadas a correr podem continuar durante a gestação, desde que com acompanhamento e autorização do obstetra e de um profissional de educação física, e com volumes e intensidades um pouco menores, sempre paralelo a um trabalho de fortalecimento muscular, principalmente da região do assoalho pélvico. Importante também ter atenção redobrada com a hidratação durante os treinos, e procurar treinar, de preferência, em ambientes climatizados, para ter o mínimo de variação de temperatura corporal e frequência cardíaca. Garantindo um treino seguro para a mamãe e seu bebê”, recomenda a profissional. Mulheres que nunca correram ou com pouco tempo de corrida, devem suspender a prática neste caso. Mas, quando a futura mamãe quer realizar alguma atividade física, recomenda-se exercícios de pouco ou nenhum impacto, como bicicleta ergométrica ou transport, também paralelo ao trabalho de fortalecimento muscular, seja na musculação ou pilates. João Prospiter

SERVIÇO:
Bodytech Shopping Crystal
Rua Comendador Araújo, 731 – Batel Centro Acesso pelos pisos L1 e G3 – Curitiba – PR
Horário de funcionamento:
Segunda a sexta das 06h às 23h / Sábado das 09h às 18h / Domingo das 09h às 14h
Estacionamento gratuito por 3 horas para os alunos.
Site:www.bodytech.com.br
Facebook: bodytech.academias
Twitter: @bt_bodytech
Instagram: @bt_bodytech

Leia também