Férias escolares: como aprender brincando

Atividades lúdicas podem ser grandes aliadas na promoção do desenvolvimento infantil durante a temporada de descanso

O fim do ano está se aproximando e com ele chegam as tão desejadas férias escolares. Depois de um ano letivo cheio de responsabilidades, nada mais justo do que ter dias recheados de muita diversão, com viagens e a companhia de familiares e amigos.

Nesse período, a maior parte das crianças consegue ir para cama mais tarde, dormir por mais tempo, passar os dias assistindo televisão e brincando sem se preocupar em fazer as tarefas do colégio. “As férias são essenciais para pessoas de qualquer idade, mas todos sabem que as crianças aguardam ansiosamente por elas. E embora seja uma época em que muitos nem queiram ouvir falar de obrigações, isso não quer dizer que, por estarem afastados da escola, os pequenos deixarão de aprender. Afinal, diversas atividades lúdicas também podem ser grandes aliados do aprendizado, auxiliando no desenvolvimento“, afirma o diretor da Ensina Mais Turma da Mônica, Leonardo Andreoli.

Os pais também podem optar por atividades que incentivem os filhos a manter o aprendizado durante as férias:

Brincar com arte

As artes estimulam a criatividade e a habilidade motora das crianças. Deixe-os usar lápis de cor, giz de cera, tinta guache e massas de modelar para pintar e criar o que vier à mente.

Teatrinho

Incentivar o filho a interpretar alguma história pode ajudá-lo a compreender melhor os textos, estimular a criatividade e promover ainda mais o hábito da leitura.

Trava línguas

Pronunciar frases com palavras que têm sons parecidos também é uma atividade muito interessante. “O rato roeu a roupa do rei de Roma”, “A rainha, com raiva, resolveu remendar” e “O padre pouca capa tem porque pouca capa compra” são alguns exemplos que promovem o enriquecimento do vocabulário infantil.

Para quem gosta de praia, as férias de verão são associadas a sol (lembrando sempre de usar o protetor solar) e muito banho de mar. Então, por que não aproveitar os passeios na areia para recolher conchas e pedrinhas e contar o que conseguiu juntar? Pode parecer uma simples atividade, mas é uma boa maneira para manter a matemática presente durante as férias.

Já para aqueles que prefere o campo, as caminhadas ao ar livre podem se transformar em uma verdadeira aula de ciências. “Ensinar sobre as plantas e animais, sobre como cuidar e preservar a natureza e explicar quais são os hábitos e modos de vida dos bichos será bastante prazeroso para as crianças”, recomenda o diretor. Além disso, tirar fotografias e gravar sons ou ruídos também proporciona um rico aprendizado aos pequenos.

Outra sugestão é aproveitar bastante o jardim da casa ou a área do prédio onde mora para fazer uma pequena horta e aprender sobre a importância dos cuidados com a alimentação. A atividade pode incentivar o interesse por alimentos saudáveis, uma vez que a criança terá a oportunidade de colher e comer o que plantou.

E para quem não costuma viajar, que tal visitar locais dentro da cidade em que mora? É uma boa oportunidade criando uma boa oportunidade para aprender mais sobre a história e a geografia da região.

 

Leia também