Cinco estilos de cerveja para harmonizar com pratos típicos de final de ano

A bebida favorita dos brasileiros é mais versátil do que o vinho: acompanha todos os pratos da ceia e ainda faz bonito na hora do brinde

Espumante, de novo? Neste fim de ano, use a criatividade e brinde com cerveja. A bebida favorita dos brasileiros não fica atrás de bebidas como o vinho em versatilidade – muito pelo contrário, sua diversidade de estilos, sabores e ingredientes é muito maior. Isso possibilita fazer uma ceia de Natal ou de Ano Novo toda harmonizada com cerveja. Até no brinde da meia-noite ela faz bonito. As opções são diversificadas e, no final, o que importa é o seu gosto. Abaixo, confira um pequeno guia para combinar cerveja com comidas festivas.

PILSEN

A cerveja campeã de popularidade é também bastante versátil.  O estilo pilsen permite uma ótima harmonização do início ao fim da festa. De sabor suave e corpo leve, ela é uma opção agradável para acompanhar pratos mais leves e delicados. Desde saladas, nozes e sementes até carnes menos gordurosas como o peru harmonizam perfeitamente com esse estilo. Mas é bom lembrar que nem tudo nesta vida é harmonização: há de se pensar também no calor que costuma fazer no fim do ano. Nessas horas, uma boa pedida para se refrescar é uma pilsen geladinha.

(Original | Estilo: Pilsen  | Origem: Brasil | Teor alcoólico: 5%)

CERVEJAS DE TRIGO

A weissbier, cerveja de trigo alemã é cheia de personalidade. Seu aroma intenso e frutado faz par com comidas dos mais diferentes perfis. Fica excelente com bacalhau, por exemplo. Você pode continuar na weiss até na hora da sobremesa. Outra cerveja de trigo, a witbier, de origem belga, é mais leve e refrescante. E assim como foi falado para a pilsen, pode embalar a festa do princípio ao fim. Sua característica cítrica e refrescante casa perfeitamente com pratos à base de peixe e frutos do mar.

(Brahma Extra Weiss | Estilo: Weissbier/Weizenbier | Origem: Brasil | Teor alcoólico: 5%)

PALE ALE

A palavra inglesa pale quer dizer “pálido” e se refere ao malte usado na fabricação deste estilo de cerveja. Ele era pálido em uma época em que a maioria das cervejas fabricadas eram escuras: na realidade, a pale ale é uma cerveja de cor âmbar a avermelhada, resultado dos maltes caramelados de sua receita. Esse caramelo se faz sentir no sabor – no qual o malte é evidente. Além do malte, o lúpulo também é presente tornando bastante perceptível a característica de amargor. O caráter maltado e lupulado da pale ale é ótimo para acompanhar pratos mais substanciosos, como as carnes vermelhas, o pernil e o tender. O estilo também faz um par formidável com o salpicão de frango defumado.

(Bohemia 838 Pale Ale | Estilo: English Pale Ale | Origem: Petrópolis, RJ, Brasil | Teor alcoólico: 5,4% | Campeã Nacional com Medalha de Bronze no Estilo Pale Ale no World Beer Awards (WBA) 2017)

BIÈRE BRUT

A bière brut é feita de acordo com o mesmo método usado para fermentar o champagne, o que traz um ar requintado para esse estilo de cerveja. Até a garrafa e a rolha são iguais. O sabor, delicado e complexo, traz ainda uma doçura residual que sempre chama mais uma taça. Pode acompanhar a refeição toda, mas não deve faltar na hora do brinde!

(Wäls Brut | Estilo: Bière Brut | Origem: Belo Horizonte, MG, Brasil | Teor alcoólico: 12% | Eleita a melhor do mundo em 2015 pelo World Beer Awards (WBA), na categoria Specialty Beer no estilo Brut/Champagne)

FRUIT BEER

Uma coisa fascinante da cerveja é a possibilidade de se usar qualquer ingrediente – do milho à pimenta ardida. Frutas, claro, têm seu lugar de honra. O sabor das fruit beer dependem muito da fruta empregada e do estilo base da cerveja, mas costuma ser delicado e levemente adocicado. Alguns exemplares são mais discretos no nariz e podem combinar com uma infinidade de pratos como, por exemplo, o tender à Califórnia. É o caso da Colorado Murica, eleita a melhor cream ale do mundo no World Beer Awards, em Londres.

 

Leia também