Praticidade e saúde: as vantagens da salada no pote

Refeição é opção para quem quer manter uma vida saudável em meio à rotina.

Com a correria do dia a dia, muitas vezes, as pessoas procuram praticidade na hora das refeições. Depois de um dia extenuante, por exemplo, nem todo mundo está disposto a preparar um elaborado jantar. Porém, se há algum tempo os alimentos congelados lotavam os freezers e apareciam como soluções práticas para alimentação, hoje já existe uma consciência maior por parte da população de que esse tipo de refeição não faz bem à saúde. As redes sociais impulsionaram o estilo saudável de vida, em que as blogueiras, instagramers e afins, mostram que é possível encaixar uma alimentação saudável em meio à rotina repleta de tarefas.

pugli

Gabriela Pugliesi, uma das musas do estilo de vida saudável. Alimentação saudável e exercícios físicos mesmo em meio à rotina. Foto: Instagram @gabrielapugliesi

Entre as marmitas saudáveis – nada congelado e nem com conservantes – que hoje aparecem como uma ótima solução de alimentação, está a salada no pote. Seja comprada pronta (diversas empresas comercializam a delícia) ou preparada em casa (é possível preparar várias para facilitar a rotina de alimentação) esse método de armazenamento da salada tem sido muito difundido, como explica o nutricionista Gabriel Cairo Nunes. ” O consumo de vegetais e legumes processados tem aumentado gradativamente. Os consumidores brasileiros buscam cada vez mais produtos prontos para o consumo devido à praticidade e conveniência encontrada nesses alimentos, no entanto iniciativas mais saudáveis tem se destacado no mercado. A salada em conserva, como tem sido chamada, surge como uma forma prática de alimentar-se sem perder a essência natural dos legumes e das verduras”, explica.

salada em pote - salad in mason jars - edit

A moda da salada no pote surgiu nos Estados Unidos, com uma blogueira vegetariana, que organizava a salada em camadas e guardava em potes de vidro por cerca de uma semana. Ela percebeu que o sabor da salada eram bom mesmo após alguns dias armazenado e tudo ainda estava fresco e crocante. Então ela começou a postar sobre a novidade e em pouco tempo a ideia se propagou. Devido à praticidade este tipo de salada virou moda, pois basta despejá-la em um prato ou comer diretamente próprio pote, como um marmitex mais requintado.

RIQUEZA NUTRICIONAL
Os benefícios nutricionais da salada no pote são diversos. “A salada armazenada em potes contém hortaliças, que são verduras e legumes diversos. Esses alimentos possuem micronutrientes, vitaminas (A, B, C, K) e minerais (ferro, fósforo, potássio), e em geral são fonte de fibras alimentares. Pensando especificamente nas fibras, o consumo da salada auxilia na saciedade do indivíduo. Seu consumo é estimulado não só para ter uma alimentação equilibrada, mas também como forma de reduzir o risco de algumas das principais doenças crônicas atuais. As fibras, presentes nesses alimentos, podem reduzir o consumo energético diário do indivíduo e com isso auxiliar no processo de emagrecimento e tratamento da obesidade. Dessa forma, contribuem para menor risco de ocorrência de doenças cardiovasculares, diabetes e hipertensão. Outra contribuição importante das fibras é em relação ao auxílio do funcionamento do transito intestinal e na redução da ocorrência de constipação”, detalha o especialista.

Pote Verde - Divulgação - média

A empresa Pote Verde comercializa as famosas saladas em conserva.

A nutricionista Isabelle Mastelaro também ressalta que deixar uma maior quantidade de salada já preparada e higienizada, possibilita que se tenha sempre à mão uma escolha alimentar saudável. “As escolhas feitas em nossa alimentação baseiam-se muito no tempo que se leva para preparar o alimento, em especial quando já chega-se em casa cansado e com fome. Dessa forma, o preparo da salada para a semana possibilita que o indivíduo siga a dieta com maior facilidade sem ter desculpas para se desviar da rotina saudável”, conta.

028040b92df378806d5cbe0eb54d0e1d

Além disso, a especialista fala que ao termos “à mão” esse alimento fresco, estamos evitando danos à saúde. ” A vantagem de preparar sua própria conserva permite que utilize apenas os legumes e verduras, alimentos menos calóricos, já que os produtos em conserva costumam ser batatas, salsichas, alimentos ricos em carboidrato e com aditivos para conservação. Uma atenção especial deve ser dada ao fato que reduzimos e removemos sódio e aditivos químicos quando acrescentamos nosso próprio tempero caseiro, que pode ser azeite, limão, cebola, alho e etc”, complementa.

FAÇA SUA SALADA NO POTE

  1. Para começar, escolha um pote de vidro com tampa (tamanho médio) para armazenar a conserva. O material de vidro permite fácil lavagem e auxilia na conservação.
  2. Prepare primeiro o molho da conserva, coloque água filtrada até cerca de metade do pote escolhido. Inclua azeite de oliva, vinagre branco, iogurte natural e sal (a gosto). Utilize dentes de alho inteiro, cru e descascado (a gosto). Adicione 2 cebolas médias cortadas em pedacinhos (Dica: corte ao meio e depois, ao meio de novo sucessivamente até obter as pequenas partes). Ainda é possível incluir pimenta vermelha inteira, mas o sabor fica mais picante por isso cuidado ao acrescentar.
  3. A base para conserva está pronta, agora basta colocar as verduras e legumes de sua preferência em camadas até preencher o pote. Inicie colocando os ingredientes que forem mais pesados para que se assentem no fundo do pote. Em seguida vá adicionando os mais leves e finalize sempre com as folhas (alface, rúcula, espinafre, repolho, acelga, entre outros). Não cozinhe muito os legumes para evitar que liberem muita água. Alguns podem ser usados crus, pois o sabor continua muito agradável, como por exemplo a abobrinha.
  4. Guarde a compota na geladeira e utilize em até no máximo 20 dias, sempre observando a conservação dos itens presentes no pote. Na hora de consumir basta agitar sutilmente o pote e misturar tudo. Lembre-se de deixar um espaço no topo de cada pote para que consiga misturar os ingredientes.

salada-no-pote-753x1024_bistrodabibi

 

Outras dicas práticas para fazer uma salada no pote:

  • Use frascos de boca larga, eles são mais fáceis de preencher;
  • Antes de colocar as folhas no pote, lave-as e seque muito bem;
  • Evite colocar tomates picados, eles soltam muita água. Prefira os tomates cereja.
  • Monte cada etapa para todos os frascos em vez de completar um frasco de cada vez;
  • Separe todos os ingredientes antes de organizar no pote;
  • A salada irá durar mais tempo se as folhas estiverem bem secas e o molho no fundo;
  • Os potes podem ser retornáveis;
  • Higienizar a salada (limpar muito bem as folhas verdes e os demais legumes);
  • Não colocar a salada no congelador (apenas no refrigerador);
  • Escolha do pote: precisa ser de vidro e bem limpo. É preciso lavar e secar totalmente o pote antes de montar a salada. O ideal é usar potes que não possua entrada de ar, para evitar que os alimentos estraguem. Uma dica é utilizar potes herméticos.
  • Organize os alimentos (Não basta sair jogando tudo dentro do pote e pronto. Há duas regras básicas:
  1. Comece com o molho e termine com o alface e ervas
  2. O que for mais pesado vai no fundo, por exemplo, carne, feijão, queijos, tomates… as folhas vão sempre por cima.

Pote_2-01-01

Mais informações nutricionais:

Facebook: www.facebook.com/nutricionistamastelaro/
E-mail: [email protected]
Instagram: @mastelaro.nutricionista
Telefone para contato: (16) 988180822

Leia também