Benefícios do açaí para a terceira idade

Thais Moltocaro, nutricionista parceira do Villa Roxa, destaca como a fruta auxilia na prevenção e no combate do envelhecimento

A terceira idade exige uma alimentação diferenciada, uma vez que o corpo passa por diversas transformações, desde o metabolismo, até as necessidades nutritivas. “É uma fase que é preciso ter uma atenção redobrada com os alimentos ingeridos, e buscar uma rotina mais saudável e balanceada possível”, explica Thais Moltocaro, nutricionista parceira do Villa Roxa.

Um alimento muito importante para a dieta dos idosos é o açaí, a começar pelo fato de ser rico em ferro, que é absorvido em menor quantidade nesta fase da vida, e vitamina C. “Se for aliado a frutas cítricas, como o kiwi, por exemplo, ajuda a potencializar a absorção desse nutriente e vitamina, que na terceira idade são indispensáveis, pois  aumentam a imunidade e reabilitam os ossos, por conta do cálcio”, conta a nutricionista.

Outro benefício da fruta é que ela auxilia na prevenção do Alzheimer, pois conta com substâncias antioxidantes, em especial a antocianina, que combatem os radicais livres, deixando o cérebro mais saudável e em alerta por mais tempo, prevenindo os danos. Esse componente do açaí  é também responsável por prevenir o rápido envelhecimento das células, aumentando a força e resistência das mesmas.

Em 1 litro de polpa de açaí, há 33 vezes mais antioxidantes que o encontrado na mesma quantidade de vinho tinto, por exemplo”, explica Thais.

E apesar de ser um energético natural,  a fruta também auxilia no sono, pois conta com a vitamina B e determinados aminoácidos que contribuem para o relaxamento dos músculos. “Osteoporose e Lúpus também podem ser evitados com o consumo, mas sempre com recomendação médica, na quantidade ideal para cada pessoa de acordo com as suas necessidades. E é bom deixar o alerta aos idosos diabéticos, que precisam ter cuidado com o uso dessa fruta“, finaliza a nutricionista.

 

Leia também