Outubro rosa: viva a vida!

Imagine que você tem 28 anos, recém-casada em uma festa  perfeita, com uma carreira promissora numa multinacional de telecom e então você é diagnosticada com câncer de ovário com 10% de chance de sobrevivência.

Isto aconteceu com Paula Palma, hoje com 43 anos – há quatro anos curada. “Eu tinha uma força interior que me garantia que seria uma situação momentânea, que iria passar e dali em diante eu nunca duvidei disso” – fala a curitibana formada em administração e que nas horas vagas joga tênis. Sua visão sobre um diagnóstico que soa como uma sentença é no mínimo surpreendente e libertadora: “O câncer não é um atestado de óbito, é uma chance de valorizar a vida sobre um outro prisma, focando no que realmente importa.” Sua jornada de 15 anos nesta batalha vem recheada de muitos desafios superados: ficou careca três vezes, casou, separou, fez amigos, trocou de emprego, viajou e tem a alegria de viver bem com as pessoas que ama e com sua família, que conta com o amor incondicional de sua mãe, a matriarca Ana Palma e seus irmãos e irmãs.

Paula iniciou há pouco um projeto de compartilhar sua experiência de superação e energia positiva, que se chama o Segredo da Superação. Basicamente consiste em “demonstrar que nunca podemos aceitar alguém dizer pra você que é capaz ou não de realizar qualquer coisa”.

Paula curtindo Chicago em setembro deste ano

Broadway, em Nova York, também em setembro/2017

Kate Winslet

A belíssima atriz Kate Winslet deu uma lição à imprensa quando questionada sobre seu peso: “não me peso há 12 anos”.  Quando todos parecem se importar mais com o peso do que com o talento de um profissional, algo parece estar bem errado. Mas o preconceito nunca se cansa de aparecer em diversas situações, não é mesmo? Como se esta fosse a principal pergunta a ser feita para uma atriz. Kate revelou que sofreu bullying pela sua forma física e que foi desafiada a nunca se tornar atriz por causa disto. A ganhadora de inúmeros prêmios por seu trabalho como Oscar, Emmys, Globos de Ouro, César e Bafta dispara: “indico a todas as mulheres que se libertem e deixem de se pesar”.

Foto: Just Jared

A pipoca roubada do príncipe

E bombou nesta semana o vídeo mais fofo do mundo. Uma menininha pegava sem autorização as pipocas do príncipe Harry enquanto assistiam uma partida de vôlei do Invictus Games, um campeonato esportivo exclusivo para paratletas. O campeonato reuniu 17 países e 550  competidores e faz parte da fundação de Harry, que dá suporte aos atletas que sofreram algum tipo de deficiência em função de seu serviço no exército de seus países. Divirta-se com o vídeo: